Técnicas e Teoria Moderna da Amostragem na Mineração

Professores
Marcela Taina Rodrigues Pinto, Albano Leite - Professor Convidado

Calendário

Em breve

Horário

Horário
Em breve

Local

Local
Em breve

Sobre o Curso

Amostragem em todas as fases da mineração. Exploração mineral, grade control, planta de beneficiamento e embarque dos produtos

DETALHES DO CURSO:

Este curso vai dar ao aluno uma visão integrada da cadeia produtiva (da exploração ao embarque de produtos) e dentro desse panorama inserir os conceitos de amostragem, dando ao profissional uma visão do risco de uma má decisão. 

O foco está na formação de profissionais aptos a avaliar procedimentos de amostragem em qualquer etapa da mineração e tomar as decisões certas na execução e validação de procedimentos sem correr riscos de comprometer os processos e buscando a redução de custos.  

Serão detalhados os aspectos da amostragem:

Na exploração mineral e sua implicância nas estimativas de teor e tonelagem de recursos e reservas. Incluindo procedimentos de amostragem para estimativa de densidade e umidade. Serão discutidos também conceitos de amostragem para ensaios granulométricos em especial para ferro e ouro;

No “grade control” e sua implicância nas estratégias de lavra e controle da entrada do material na planta de beneficiamento. Incluindo discussões sobre blendagens e tipos de amostragem na mina;

Na planta de beneficiamento. Incluindo discussões ações a serem tomadas em caso da amostragem indicar desvios de qualidade. Serão discutidos também conceitos de amostragem para ensaios granulométricos nos produtos;

No embarque dos produtos para venda. Incluindo discussões sobre o processo de controle na venda e ações que podem ser tomadas em caso de desvios, uma vez que uma má amostragem nessa etapa final pode penalizar toda uma cadeia produtiva;

DESENVOLVA:

• Domínio técnico sobre cálculos envolvidos para se definir uma amostragem justa
• Visão ampla da cadeia mineral em dos diferentes processos de amostragem envolvidos
• Conhecimento para avaliar dentro da sua empresa os procedimentos e técnicas envolvidas, de forma a maximizá-lo, reduzir custo e garantir a “amostra fiel”, que dará aos gestores resultados que balizaram decisões assertivas.

Os conceitos envolvidos no treinamento se aplicam em qualquer fase de um empreendimento mineiro e dará ao profissional mobilidade para trabalhar em qualquer área de amostragem. Para a empresa ter um profissional com essas qualificações significa ter a confiança de que os resultados que chegam aos gestores estão baseados na realidade.

METODOLOGIA:

O curso será 80% teórico e 20% prático com exercícios mesmo em sala de aula. Serão apresentados conceitos da Teoria Moderna de Amostragem com um viés prático para que aluno enxergue o dia-a-dia por de trás da matemática.

Serão feitos exercícios em sala e haverá vários debates sobre assuntos a serem pontuados pelo professor. Haverá 4h para discussão de caso dos alunos. Para que o professor possa auxiliar o aluno deverá estar de posse dos procedimentos e fluxogramas adotados no seu projeto. Os exercícios práticos têm como finalidade dar ao aluno uma visão comparativa do complexo processo de amostragem.

QUEM DEVE FAZER:

Gestores de projetos
• Aqueles que devem provar de fato que suas ações estão gerando economia e resultados que comprovem os recursos dos investidores.

Geólogos, engenheiros de minas, de processo e de produção; e técnicos em mineração e geologia com experiência
• Aqueles que trabalham diretamente com o empreendimento mineral, suas ferramentas e melhores práticas.

Técnicos de banco de dados e de laboratórios químicos e de preparação física
• Aqueles que trabalham direto com os dados gerados nos projetos e com os resultados de ensaios químicos e físicos de amostras.

Compartilhe com seus colegas de trabalho!

Professores

Marcela Taina Rodrigues Pinto
Professor

Marcela é Bacharel em Geologia (USP), especializada em Petrologia e Geoquímica pela mesma instituição. É Membro da Australian Institute of Geoscientists -“CP” -Membership Number 5181. Destaque recentemente em 2013 e 2014, participando como CP responsável pelo QAQC (elaboração e/ou gestão e/ou auditoria) dos projetos de grandes players nacionais

Albano Leite - Professor Convidado
Professor

Mestrado e doutorado em Petrologia e Geoquímica. É especialista em amostragem, QAQC, banco de dados geológico e exploração mineral. Albano foi Coordenador de Controle de Qualidade QAQC dos projetos de pesquisa e exploração mineral da VALE S.A., onde implementou programas de QAQC, acompanhou auditorias externas e auditou internamente diversos projetos de pesquisa no Brasil e no exterior. Foi professor da UFPA. É consultor, Diretor Técnico e coordena o Departamento de Exploração Mineral do IM.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Histórico

2. A amostragem é parte Integrante do Programa de QAQC

3. Amostragem de Minérios e Produtos

4. Conceitos básicos da Teoria de Amostragem

    • Qual a real necessidade da amostragem?

    • Definição de Amostragem

    • Definição de Amostra

    • Importância da amostragem e impactos que causa no projeto

    • Representatividade

    • Impactos econômicos de uma “má amostragem”

    • Dimensionamento de equipes

5. Amostragens nas Práticas Industrial, Laboratorial e Comercial

6. Como amostrar

    • Parâmetros de impacto

        - Efeito Pepita

        - Heterogeneidade de Constituição

        - Heterogeneidade de Distribuição

        - Viés, perdas e contaminações

        - Considerações Práticas da Amostragem de Minérios

        - Amostragem de Fluxos Minerais em Movimento

        - Tipos Especiais de Amostragem em Minerações

        - Tipos de amostradores

7. Qual massa amostrar

    • A fórmula de GY

8. Amostragem na exploração mineral;

9. Como medir

    • Geoestratégica

    • Tipos de Medidas

        - Sondagens

        - Malhas

        - Tipos de “Amostras”

10. A amostra para ensaios de densidade

11. A amostra para ensaios de umidade

12. Procedimentos: Como elaborar e sua importância

13. Preparação Física da Amostra

    • Importância da Homogeneização e Redução de Massa

    • Métodos de Homogeneização e Redução de Massa

    • Preparação física da amostra no campo

    • Preparação física da amostra no laboratório

    • Fluxogramas de preparação física

14. Grade Control

15. A planta de beneficiamento

16. Mine to plant

17. Controle de Custódia

18. Amostragem de produtos na venda

    • Discussões sobre a toma da “amostra”

?

?

?

Fale conosco

Quer receber mais informações, atualizações e promoções deste curso?

Junte-se a nossos parceiros

que acompanham e recomendam o IM

Assine nossa newsletter